Seja para ensinar seu cãozinho novos truques, para dar aquele remédio chato ou apenas para agradar seu amigo de quatro patas, não dá para negar: petiscos são importantíssimos na vida de nossos cachorros. Justamente por isso, é essencial que essa escolha seja feita com bastante atenção e de acordo com as especificidades do seu cachorrinho. 

Infelizmente, muitas opções no mercado podem acabar prejudicando a saúde do seu animal. É comum encontrarmos petiscos com muitos conservantes e corantes artificiais, realçadores de sabor desnecessários, além de açúcares e gordura em excesso. Por isso, viemos aqui hoje listar algumas das nossas marcas favoritas de petiscos — dessa forma, você pode agradar e treinar o seu bichinho sem peso na consciência.

Também vamos falar sobre as utilidades dos petiscos, os ingredientes que não recomendamos (para te ajudar a decifrar aquele rótulo difícil!) e, finalmente, fazer o ranking das nossas marcas favoritas. Antes disso, é importante lembrar que petiscos nunca devem substituir a alimentação do seu cão (seja ela ração seca, ração úmida ou alimentação natural) e não devem corresponder a mais do que 10% do consumo calórico diário dele.

Quando devo dar petiscos ao meu cachorro?

Adestramento e ajuste de comportamentos

A chave para ensinar quase qualquer truque ao seu cão pode estar dentro de um saquinho de petiscos. Sabemos hoje que o reforço positivo (seja o petisco, seja uma festinha ou mesmo um brinquedo) é a melhor forma de moldar os comportamentos do seu cachorro  — cães aprendem muito melhor com recompensas do que com punições. 

Por isso, os petiscos (somados à muita paciência e outros reforços positivos) podem ser a solução que você está procurando para fazer com que seu cãozinho pare de fazer xixi e cocô nos lugares errados, de puxar durante os passeios, de pular em visitas e muito mais. Lembrando sempre que cães precisam de muitas repetições e de consistência nos treinos para aprenderem (não adianta ensinar o comando uma vez e esperar que o seu cachorrinho já seja um mestre no assunto, tá?). 

Por esse motivo, o ideal é que os petiscos de treino sejam pequenos e secos para que você possa recompensar seu cachorrinho várias vezes. Você também pode cortar os petiscos mais longos em pedaços menores com a ajuda de uma tesourinha.

Se tiver alguma dúvida sobre essas questões, não deixe de contatar nosso time pelo WhatsApp (11) 95250-3604. Podemos te dar dicas mais específicas ou recomendar um profissional especializado em adestramento positivo para te ajudar se o caso do seu cãozinho for mais complexo.

Distração e conforto

Se você trabalha fora de casa ou sai com muita frequência, é provável que seu cãozinho passe longos períodos sozinho. Manter o seu cão ocupado durante esse tempo é importantíssimo para evitar o tédio e a ansiedade e, consequentemente, todos os comportamentos indesejados que eles podem gerar (latidos em excesso, destruição de objetos da casa, xixi nos lugares errados, etc.). 

Petiscos mastigáveis são uma ótima opção de entretenimento e enriquecimento ambiental para cães. (Foto: Reprodução/Instagram Bem Bicho Natural)

É aí que entram os brinquedos mastigáveis e os recheáveis. Ofereça itens que vão distrair o seu cachorro por algumas horas (ossos naturais ou desidratados, orelhas bovinas ou suínas, chifres bovinos recheados, etc.) para proporcionar calma, entretenimento e bem-estar ao seu cão. Roer é um comportamento natural dos canídeos (e não uma forma de malcriação, como alguns tutores acreditam) e, portanto, essencial para todos os cães. Permitir que seu cão expresse comportamentos que teria na natureza é a certeza de um cão satisfeito e tranquilo. 

Os brinquedos de roer podem ser extremamente úteis durante a fase de troca da dentição do seu cachorrinho, pois as suas gengivas coçam e o ato de roer alivia essa sensação. Mas atenção: se o seu cão não está acostumado com brinquedos de roer e produtos naturais, ofereça-os sob supervisão durante as primeiras vezes para evitar possíveis acidentes. 

É importantíssimo também que a escolha do brinquedo ou osso seja feita de acordo com o tamanho do seu cachorro (e com seus hábitos de mastigação) para evitar chances de engasgamento. A regra de ouro aqui é que o osso seja maior do que a cabeça do seu cachorro, evitando assim que ele consiga engasgar com o osso inteiro. Algumas opções como o vergalho bovino são ótimas para estimular mentalmente o seu cão e oferecem menos riscos de engasgamento comparado aos ossos. 

Por último, nunca cozinhe os ossos naturais antes de servi-los ao seu cão, pois podem soltar lascas e perfurar o trato gastrointestinal do seu bichinho. Também preste atenção na boca do seu cãozinho — se o ato de roer estiver causando sangramentos ou irritação excessiva nas gengivas, suspenda a brincadeira e consulte seu veterinário. Com as devidas precauções tomadas, as brincadeiras de roer são uma forma maravilhosa de manter seu cão entretido, de incentivar o consumo natural de cálcio e outros nutrientes e, ainda, evitar a formação de tártaro.

Melhoria da saúde e petiscos funcionais

Todos os cães possuem necessidades nutricionais para se manterem fortes e saudáveis, e alguns petiscos funcionais podem ser uma ótima forma de suplementar a alimentação do seu cachorro sem ter que dá-lo comprimidos de vitaminas. Por exemplo, ofereça a ele petiscos que contenham abóbora para fortalecer ou acalmar seu trato gastrointestinal sensível. 

Cães idosos também podem se beneficiar de petiscos com fórmulas especiais para fortalecer articulações. Existem vários petiscos funcionais que possuem fórmulas e sabores diversos para agradar as necessidades nutricionais e o paladar do seu cãozinho. Ainda melhor do que petiscos muito elaborados, são os petiscos que os cães encontrariam na natureza que já possuem essas substâncias. Pescoços de galinha, por exemplo, são uma fonte riquíssima em condroitina, uma proteína essencial para promover a saúde das articulações do seu cão. 

Porque nós amamos eles e ponto

Não há limitação de petiscos no mercado, desde petiscos caseiros até petiscos congelados, desidratados, adocicados e com ingredientes diferentes como alfarroba, manteiga de amendoim, cúrcuma e muitos outros. Se você ainda não encontrou o petisco favorito do seu cachorro, não desista — continue procurando, pois uma hora você vai encontrá-lo. Mesmo cachorros com dietas especiais e alergias alimentares podem encontrar opções no mercado (existem petiscos sem glúten, sem grãos, feitos a base de vegetais, etc.). 

Ou seja…

Saber quando e como usar petiscos pode ser muito benéfico para a saúde e a felicidade do seu cachorro. E aqui, nós sabemos: um cachorro feliz é um tutor feliz. Agora que você já sabe tudo sobre petiscos, tenha certeza de que você está os guardando em um ambiente seco e fresco. Alguns petiscos desidratados podem durar meses, especialmente se você guardá-los na geladeira — mas sempre fique atento ao prazo de validade, ok?

Quais ingredientes devo evitar?

Primeiro de tudo, é importante saber que existem alguns ingredientes que consumimos com frequência em nossas dietas que são inapropriados para cachorros. Por isso, consulte o nosso artigo sobre alimentos proibidos e permitidos para cães. Agora, vamos falar sobre os ingredientes mais comumente utilizados em petiscos populares do mercado que podem ser prejudiciais à saúde do seu cachorro.

Glutamato Monossódico

O GMS (Glutamato Monossódico) pode ser encontrado em muitos alimentos pré-prontos (miojos, congelados, etc.) e nada mais é do que um realçador de sabor artificial. É uma substância prejudicial tanto para humanos quanto para pets e geralmente é utilizada para compensar a falta de sabor em ingredientes de baixa qualidade.

Além de ser nutricionalmente desnecessário, existem pesquisas que conectam a substância a dores de cabeça, alergias e outros sintomas. Por isso, a melhor coisa a se fazer é evitar o ingrediente. Outros ingredientes do rótulo (além do Glutamato Monossódico puro) que costumam conter GMS são: proteínas hidrolisadas, proteínas isoladas, proteínas texturizadas, “sabor natural” (de frango, por exemplo), extratos de soja (farinha, proteína hidrolisada, etc.), farinha de arroz, caseinato de cálcio, caseinato de sódio, glutamato monopotássico, sorbato de potássio, entre outros.

O MSG é uma forma barata, nutricionalmente pobre e artificial de realçar sabores — por que não usar alimentos de verdade para agradar seu animal ao invés de contar com opções artificiais? Petiscos como moela de frango, fígado bovino, pescoço de galinha e tantos outros são extremamente saborosos para o seu cão e muito mais saudáveis. Assim, você dispensa o uso desnecessário de realçadores de sabor. 

Sal em excesso

O sódio é um nutriente necessário tanto para humanos como para cães, mas em excesso é prejudicial para ambos. No geral, você encontra a quantidade ideal de sódio na comida do seu pet (ração ou alimentação natural) sem precisar adicionar por fora. 

No entanto, é muito comum encontrarmos quantidades elevadas de sódio em petiscos de baixa qualidade para realçar o sabor do alimento. Esse excesso de sal pode contribuir para pressão arterial alta e outras condições, incluindo desidratação e doenças cardiovasculares. Portanto, evite petiscos que tenham adição de sódio na composição.

Tripolifosfato de sódio

O tripolifosfato de sódio é um ingrediente ativo em muitos detergentes e em amaciantes. O que ele está fazendo no petisco do seu pet? Boa pergunta. Ele funciona como um conservante artificial, mas também é considerado inseticida, fungicida, e repelente contra roedores. Também pode causar irritações na pele. Boa coisa não pode ser, então passe longe de petiscos que tiverem o tripolifosfato de sódio em seu rótulo.

Adição de açúcares

Evite açúcares de todas as formas: dextrose, frutose, glucose, açúcar cristal, xaropes e afins. Muitos desses açúcares possuem mais glicose do que o açúcar comum e, por esse motivo, são mais baratos. Todos eles contribuem para ganho de peso, obesidade, e diabetes. Lembrando que eles são desnecessários na dieta do seu animal e não tem nada de bom a acrescentar, ok?

Conservantes artificiais (BHA e BHT)

Esses conservantes químicos são utilizados para preservar gorduras em alimentos para humanos e animais. São proibidos em muitos países e, em outros, podem ser usados apenas em quantidades limitadas (é o caso dos Estados Unidos, Canadá e muitos países da Europa). Já foram apontados como agentes cancerígenos e/ou causadores de infecções sistêmicas, e são derivados do petróleo. Eles são encontrados nos mais diversos produtos, desde cosméticos até rações e petiscos para animais domésticos.

A melhor alternativa é buscar conservantes naturais, como a vitamina C (ácido ascórbico), vitamina E (tocoferóis) e alecrim (estes últimos encontrados em algumas rações super premium). Eles não são tão potentes como o BHA e o BHT, e por isso podem não durar tanto tempo (a data de validade desses produtos tende a ser um pouco mais curta). Ainda assim, certamente são alternativas mais saudáveis. O processo de desidratação de petiscos também garante a qualidade do produto por mais tempo sem a adição de conservantes. 

Corantes artificiais

Os corantes artificiais são utilizados somente para agradarem os olhos humanos: cães não enxergam cores suficientemente bem para identificar as diferenças nos grãos de ração e petiscos. Além disso, eles podem causar reações alérgicas, alterações comportamentais, hiperatividade e outros.

Propilenoglicol

Proibido em muitos países, ele é utilizado como umectante para manter a umidade no petisco do seu cão (e em muitos alimentos humanos, como cerveja, margarina, misturas para bolos prontas, etc.). Em grandes quantidades, é tóxico para humanos e animais domésticos (especialmente para gatos).

Transgênicos

Alimentos transgênicos não são recomendados por conterem herbicidas cancerígenos para animais e humanos. Muitas embalagens de petiscos possuem um “T” com um sinal amarelo indicando a presença desses componentes. Se puder, evite incluir alimentos transgênicos na dieta do seu cãozinho.

Escolhas da GoApp: nossas 5 marcas favoritas de petiscos para cachorro

Como você viu acima, petiscos ultraprocessados tendem a conter uma lista enorme de ingredientes prejudiciais e desnecessários. Por isso, nossas escolhas estão alinhadas com marcas mais naturais — petiscos que se assemelham mais ao que o seu cãozinho encontraria na natureza. Além disso, muitos deles são fontes incríveis de proteínas, vitaminas e minerais, promovendo saúde das articulações, da pele e pelo, e muito mais. 

1. Cannix

A linha de petiscos para cães da Pets du Monde merece o nosso primeiro lugar por muitas razões. Além de produzir petiscos desidratados sem adição de conservantes, corantes e palatabilizantes, a Cannix conta com uma ampla variedade de opções. Desde orelhas suínas até moelas de frango, todos os petiscos são desenvolvidos por veterinários e nutricionistas especializados em alimentação natural.

Além disso, a matéria-prima utilizada é de ótima qualidade: todos os petiscos são feitos com alimentos frescos e naturais e proteínas de alta digestibilidade, com pouco ou nenhum processamento. Com essa variedade de sabores, texturas e formatos, é garantido que seu cãozinho vai se apaixonar pelos petiscos da Cannix.

Os petiscos mais populares entre os nossos clientes são as moelas de frango, o bifinho de carne (feito de língua bovina) e o pernil suíno. Outro produto que costumamos vender com muita frequência é a orelha suína, uma opção de mastigável excelente para a saúde bucal do seu cachorrinho. 

2. Bem Bicho Natural

De produção artesanal, a Bem Bicho Natural segue a mesma linha natural do nosso primeiro lugar. Todos os petiscos são desidratados cuidadosamente com o objetivo de preservar a maior quantidade possível de nutrientes, sendo biologicamente apropriados para todos os cães.

Assim como os produtos da Cannix, os petiscos da Bem Bicho Natural são uma ótima fonte de enriquecimento ambiental. Por permitirem que seu cachorro expresse comportamentos naturais (farejar, destrinchar, roer), os petiscos da Bem Bicho Natural proporcionam bem-estar e contribuem com a saúde física e mental do animal.

Um bônus especial (que nos faz amar ainda mais a marca) é o fato de utilizarem embalagens sustentáveis feitas em papel Kraft. O material demora apenas 60 dias para se degradar em um ambiente natural. 

Você pode encontrar em nosso site vários produtos incríveis da marca: desde petiscos de peito de frango ou pulmão bovino, em pedaços menores, ideais para treinos, como patas suínas, cascos bovinos e outros mastigáveis perfeitos para entreter o seu cãozinho por horas e horas. 

3. Dipetti

O nosso terceiro lugar da lista traz vários petiscos similares aos da Cannix e Bem Bicho Natural, com uma seleção de produtos naturais de qualidade que passam pelo mesmo processo de desidratação. A Dipetti oferece cascos e chifres bovinos, traqueias bovinas, dentre outros, além de oferecer vergalhos bovinos em formatos diferenciados (donut e empadinha, por exemplo). A única desvantagem da marca é a falta de petiscos naturais para treino, e por esse motivo vem na terceira posição. 

4. Crisp Natural

A Crisp possui uma gama de petiscos naturais sem qualquer adição de conservantes artificiais. Diferentemente das outras marcas, possui muitas opções com legumes, além das tradicionais tiras de frango e carne desidratadas. Ao contrário de Dipetti, não possui opções de mastigáveis e, por esse motivo, ocupa a quarta posição na nossa lista.

5. Dr. Stanley All Love

A última posição da nossa lista é ocupada pela All Love, marca que produz petiscos funcionais, isto é, petiscos que suplementam a alimentação do seu pet ou possuem alguma outra função. Diferentemente das outras marcas listadas até agora, a All Love produz receitas de petiscos. Possui opções de petiscos funcionais para acalmarem o seu cão, para cães ativos, que necessitam de cuidados especiais, para promoverem a saúde da pele e pêlo, e muito mais.

A linha de biscoitos com superalimentos é feita somente com ingredientes integrais, orgânicos e sem adição de alimentos transgênicos ou de conservantes, corantes e palatabilizantes artificiais. Essa linha é especialmente interessante por possuir elevada densidade nutricional e bioativos benéficos à saúde. São petiscos naturais feitos em pequenas levas e assados lentamente no forno, com o objetivo de preservar os nutrientes de cada alimento. 


Ou seja, não faltam opções incríveis de petiscos naturais para oferecer ao seu cãozinho. Você encontra todas essas opções (e muito mais!) em nosso site, mas também pode fazer seu pedido pelo nosso WhatsApp se preferir. Ficou com alguma dúvida? É só nos enviar uma mensagem que te respondemos 🙂


Sobre

Marcela Grezes e PandaMarcela é idealizadora e co-fundadora da GoApp.pet. Apaixonada por animais, já resgatou desde bem-te-vis até filhotes de gambá. Estuda comportamento canino, ama cozinhar e fazer yoga no tempo livre. Vive com uma cachorra bem boba chamada Panda, e três gatinhos resgatados: Bitsy, Zezinho e Zulu (esse último resgatado na África do Sul).