O Boiadeiro Australiano (em inglês, Australian Cattle Dog) é um excelente cão de serviço. A raça foi desenvolvida nas áreas rurais australianas para auxiliar os primeiros colonos do país com o pastoreio de rebanhos bovinos e, por esse motivo, são cães extremamente energéticos e resistentes.

Também são conhecidos como Red Heeler ou Blue Heeler (de acordo com sua cor).  O termo Heeler vem de Heel, que significa calcanhar em inglês, e o Boiadeiro Australiano ganhou esse apelido porque mira nos calcanhares do gado para pastoreá-los na direção do seu comando.

Os Red ou Blue Heeler são cães de médio porte, podendo chegar até 25kg. Cães desta raça estão sempre prontos para atividades, pois contam com muita energia para correr e participar de brincadeiras ao ar livre.  De acordo com a Confederação Brasileira de Cinofilia (a ciência que estuda os cães), o Boiadeiro Australiano  é considerado um cachorro do grupo 1, ou seja, faz parte do grupo dos cães pastores e boiadeiros. 

Boiadeiros Australianos são animais leais e companheiros, podendo ser bastante apegados aos seus donos. Desde que sejam estimulados física e mentalmente com frequência, são cães que tendem a apresentar ótimo comportamento. Saiba mais sobre a origem e função da raça abaixo!

Histórico do Boiadeiro Australiano

O Australian Cattle Dog, como o próprio nome já sinaliza, é uma raça que foi desenvolvida na Austrália para pastorear os rebanhos bovinos. Nos anos 1800, grandes áreas de terra foram disponibilizadas no país para a pecuária, e os colonos australianos contavam com uma disponibilidade limitada de mão de obra para ajudá-los.

As raças de cães de trabalho importadas na época não se adaptaram ao trabalho duro com os rebanhos; diferentemente da Inglaterra, o clima seco e quente da Austrália exigia maior resistência ao calor. A pelagem dos Collies e de outras raças inglesas foram desenvolvidas para lidar com climas mais frios e úmidos, muito diferentes da realidade australiana.

Além disso, a maioria das propriedades rurais australianas não eram cercadas, e para facilitar o eficiente manuseio de ovinos e bovinos, foi estabelecida a criação de rebanhos junto a raças de cães que auxiliassem no trabalho de manutenção dos animais. Assim, desenvolveu-se o Boiadeiro Australiano: um cão forte, energético e inteligente perfeito para o trabalho com rebanhos bovinos.

Os primeiros criadores deixaram poucos registros sobre as raças utilizadas para desenvolver os Boiadeiros Australianos, portanto há bastante divergência nesse assunto. Contudo, é reconhecido que os Boiadeiros são resultado de uma miscigenação que começou com cachorros de pastoreio – possivelmente com o Collie de pêlo curto e o Australian Kelpie – e, possivelmente, Dingos (o famoso cão selvagem australiano).

A performance desses cães era impressionante na época, e o Australian Cattle Dog se tornou uma raça de cães que mais colaborou com o desenvolvimento da pecuária na Austrália. Os cães de cor azul tornaram-se os mais populares entre fazendeiros e tropeiros, e foram especialmente populares no trabalho com o gado em Queensland, onde também receberam o nome de Queensland Heelers ou Queensland Blue Heelers.

Reconhecimento

Em 1893, um criador chamado Robert Kaleski começou a reproduzir Blue Heelers e passou a exibi-los alguns anos depois. Kaleski elaborou um padrão de acordo com o que acreditava que era o tipo mais adequado para trabalho no interior australiano. O Kennel Club de New South Wales aprovou este padrão em 1903. 

A raça ficou inicialmente conhecida como Heeler Australiano, e então mais tarde como Boiadeiro Australiano, que é o nome atualmente aceito como oficial em toda a Austrália e em vários lugares do mundo. 

O Boiadeiro Australiano foi aceito pelo American Kennel Club em maio de 1980. A raça se tornou elegível para competição no Grupo de Trabalho a partir de setembro de 1980, e foi transferida para o grupo de reunião em janeiro de 1983.

Função da raça

Devido à sua origem, a raça apresenta muita aptidão para trabalho, e são ótimos no manejo de pequenos lotes de animais. Na pecuária, são muito atentos ao gado e atendem bem às necessidades dos tutores que os lideram para a tarefa. Basta um treinamento adequado para se tornarem ótimos cães de pastoreio.

Dado que a raça foi desenvolvida para trabalhar intensamente em pastos amplos, é importante lembrar que o Boiadeiro possui altos níveis de energia e, portanto, pode não ser a melhor raça para apartamentos. Lembre-se sempre de pesquisar sobre as características da raça antes de comprar ou adotar um melhor amigo para ter certeza que ele será o mais adequado para o seu estilo de vida.

Há um lado muito resistente no Boiadeiro Australiano: ele foi criado para ser duro, para lidar com as altas temperaturas, terrenos acidentados e longas distâncias exigidas pelo seu trabalho de pastoreio. Isso faz dele um cachorro altamente tolerante à dor e muito focado. Por isso, é preciso cuidado para se certificar de que seu cachorro pare de brincar ou trabalhar quando estiver machucado.

Energia

Por terem sido criados em regiões muito amplas, os Boiadeiros Australianos são cães muito ativos, tanto física como mentalmente, e precisam de atividade regular ou brincadeiras para mantê-los ocupados e entretidos. É importante ressaltar que precisam de muito mais atividade do que uma simples caminhada pelo bairro. Essa raça requer um estilo de vida ativo para que suas necessidades físicas e mentais sejam satisfeitas.

Com energia para dar e vender, não acredite que seu Boiadeiro Australiano vai ficar em casa esperando quietinho você chegar e lhe dar carinho: ele gosta mesmo é de explorar e adora uma aventura. Por isso, também, podem ser ótimos cães de guarda, já que têm muita energia, força e um forte instinto de proteção desenvolvido.

Se não for estimulado da maneira correta, seu cachorro pode acabar destruindo algum móvel da casa ou tentando até “pastorear” as crianças com quem mora. É essencial que você tire um tempinho para entreter o seu cãozinho. Lembrando que você não precisa exaurir o seu Boiadeiro para que ele esteja satisfeito: o exercício em excesso pode ser perigoso e causar lesões. Sempre respeite os limites do seu cachorro e consulte regularmente o seu médico veterinário.

Características físicas

O Boiadeiro Australiano é um cão harmonioso e de estrutura forte. Por conta do dimorfismo sexual, que é normal em todas as raças de cão, os machos medem de 46 a 51 cm, e as fêmeas entre 43 e 48 cm. O peso varia entre 15 e 25kg.

A pelagem do Boiadeiro Australiano é lisa e dupla, com um subpêlo curto e denso. A pelagem de cobertura é fechada, os pelos são retos, duros e assentados, sendo resistentes à chuva e úteis na manutenção da temperatura corporal. 

O padrão da raça boiadeiro australiano prevê duas colorações: azul (manchado ou salpicado), o Blue Heeler, e vermelho salpicado, o Red Heeler. Podem sempre ocorrer marcas pretas, marrons ou brancas espalhadas pelo corpo. Os filhotes nascem brancos e ganham as cores à medida em que crescem. Dois tipos de pelagem se destacam, conforme as fotos abaixo: 

O cão da raça boiadeiro australiano com a pelagem azulada é o Blue Heeler (à esquerda), e o cão com a pelagem mais avermelhada é o Red Heeler (ao centro). O Boiadeiro Australiano pode também apresentar pelagens manchadas com ambas as tonalidades (à direita).

Cuidados especiais

Eles não requerem muitos mimos, pois são uma raça bastante “rústica”. Ainda assim, alguns cuidados são necessários para mantê-lo limpo e saudável. Escove seu cãozinho periodicamente, cerca de quatro vezes por mês, para distribuir o óleo de sua pelagem e remover a sujeira. 

Quando ele estiver no período de queda de pelo, o ideal é escovar com mais frequência para remover os pelos mortos e diminuir a quantidade de pelos voando pela casa. Prefira dar banho somente quando ele estiver realmente sujo ou com mal cheiro.

Essa raça tem tendência a algumas doenças como displasia coxofemoral, alterações oftálmicas e surdez – sendo esta última uma condição comum no Australian Cattle Dog. Portanto, realize testes desde cedo no seu cachorro para monitorar a audição. Algumas pesquisas conectam a surdez a alguns fatores físicos e sugerem que os Boiadeiros Australianos com pelo branco tenham mais propensão a desenvolver a doença.

Sob os devidos cuidados de tutores responsáveis, os Blue ou Red Heelers tendem a viver uma vida longa e saudável. É uma raça que se adapta com facilidade. Uma dica extra: toda semana, se possível, dê uma atenção extra às orelhas do seu cão, porque são bem peludas e podem acumular sujeira ou cera.

Comportamento

  Assim como tantas outras, o Boiadeiro Australiano é uma raça que precisa de socialização e treinamento desde cedo. A socialização ajuda a garantir que seu cão cresça para ser um cão bem educado e evita que o animal seja um tanto quanto tímido. 

Sua propensão a mastigar coisas e mordiscar pessoas deve ser tratada com cuidado: ensine seu cachorrinho a não colocar a boca em pessoas, somente em itens próprios para morder, tais como brinquedos bem resistentes. Se esta raça já é muito ativa quando adulto, imagine quando filhote. Por isso, consulte um educador canino se necessário; isso vai ajudá-lo a direcionar sua energia para os lugares corretos e não se tornar um pequeno destruidor dentro de casa. 

Características do cachorro da raça Boiadeiro Australiano

Um detalhe a ser destacado aqui é a inteligência e devoção da raça aos humanos. Mesmo sendo um mordedor de primeira, o Australian Cattle Dog raramente morde pessoas: seu forte senso de liderança só o faz atacar quando se sente muito ameaçado ou percebe algum de seus entes queridos em perigo. Na hora de morder, preferem objetos ou, historicamente, o calcanhar dos animais que pastoreia.

Embora seja amoroso e brincalhão com crianças, o Boiadeiro Australiano costuma eleger um tutor para chamar de seu. Ele até pode brincar com as crianças com quem vive, mas costuma se apegar ao seu tutor e responsável.

Ao conviver com outros animais, essa raça costuma ser curiosa: pode até querer carregar outros animais para “levar de presente” ao seu dono. Isso é uma característica ligada à função da raça e que pode ser um problema, e por isso exige atenção. De qualquer forma, não brigue com seu Boiadeiro Australiano se ele te trouxer um ratinho ou pássaro morto: ele acha que isso é um presente. Para evitar situações como esta, crie seu cão desde pequeno junto a outros animais ou cachorros, para se enturmar bem.

Já com estranhos, o comportamento da raça é outro: justamente por seu instinto de lealdade com a família, o Boiadeiro Australiano pode ficar um pouco tímido e reservado na presença de desconhecidos, mas não necessariamente com cara de poucos amigos. Se o tutor fizer as devidas apresentações, ele pode se animar. É preciso uma introdução e, se alguém puder ficar de olho durante a socialização, deve ser tranquilo.

A lealdade e o instinto de proteção dos cães boiadeiros o tornam um cão ideal para a guarda do fazendeiro, do rebanho e da propriedade. Sempre alerta, extremamente inteligente, atento, corajoso e fiel: esse é o Boiadeiro Australiano. A personalidade forte e curiosa dessa raça é um dos seus traços mais distintivos e divertidos, isso faz com que ele sempre esteja pronto para brincar e descobrir coisas novas. 

Se você está avaliando a possibilidade de ter um Boiadeiro Australiano, lembre-se que esta raça precisa de muitas atividades físicas e estímulo mental. Se estiver pronto para embarcar na aventura que é ter um cãozinho desta raça, vá em frente. Diversão nunca vai faltar!

Curiosidades

  • É chamado de Heeler (“calcanhista”) por sua habilidade em morder o rebanho nos calcanhares sem machucar. Engraçado, não é?
  •  O Boiadeiro Australiano têm um forte senso de aventura: esses cães pensam que são invencíveis e são muito durões.
  • Encontram-se no 10º lugar das raças mais inteligente do mundo, de acordo com o ranking mais famoso de inteligência canina. Imagina só uma companhia dessas!
  • Celebridades como Matthew McConaughey, Mel Gibson e o cantor de country George Strait são fãs e tutores de Boiadeiros Australianos.

Conclusão

Agora que esclarecemos tudo o que você precisa saber sobre o cão da raça Boiadeiro Australiano, nos responda: tem como não se apaixonar? Tanta inteligência e determinação merecem admiração, não é mesmo? Caso tenha alguma dúvida sobre a raça ou queira orientações do nosso time de veterinários e comportamentalistas, nós te ajudamos! Contate a GoApp através do nosso WhatsApp (11) 95250-3604 que a gente te atende o mais rápido possível. Confira também artigos sobre origem e comportamentos de outras raças de cães em nosso Blog. Até mais!

Sobre

Nathalia e um paciente

Nathália é veterinária e, como boa profissional da área, é completamente apaixonada por bichos. É especializada em tratamento intensivo e internação de animais domésticos. Teve bichos sua vida inteira e hoje divide apartamento com duas gatinhas bem peculiares.